terça-feira, 15 de setembro de 2009

oitenta e oito

Há sitios netianos com vozes do além, despojos sentimentalistas, teorias conspirativas e, pasme-se, obituários sobre relações que não deram certo. Alertado por uma exclamação e respectivo link no FB, fui ver este local em que se despeja ódio, razões, falta delas e se apontam erros, descortesias, problemas e traições.
Li apenas as primeiras frases dos casos portugueses que escancaram as suas desilusões e fiquei cheio de medo. Tive a minha quota parte de namoricos e aventuras, vivências e exposições e comecei a pensar em algumas, exactamente nas que não terminaram bem. Se bem que me ache um tipo porreiro que cometeu certamente alguns erros, tenho a consciência limpa em 98% dos casos. Vá lá, 95%. Ok, 90%.
Desde tenra idade que fui namoradeiro, tinha boa figura e um sorriso bonito que aliado aos profundos olhos negros, convencia muita rapariga que poderia ser o tal. Confesso que tudo fiz para que se apaixonassem mas fugia delas a sete pés quando tal acontecia. Nesse aspecto serei um sacana? Depois defendia-me com duas situações: a primeira era fazer tudo por tudo para que elas acabassem o namorico, não eu, fingindo-me distante, desinteressado e não tão perfeito quanto um principe o é. A segunda era tentar depois uma ou duas razões para que o desenlace negativo fizesse sentido. Consegui algumas vezes esses intentos e noutras falhei rotundamente.
Já me chamaram muitos nomes feios por ter sido assim, mas na verdade só não falo com duas ou três pessoas que passaram pela minha vida, o que não me parece assim tão mau.
Contudo a experiência da vida mostra-me que não fui tão perfeito quanto pensava e que fiz sofrer algumas pessoas que não o mereciam. A elas fica aqui um pequenito mas sentido pedido de desculpas e que estou aqui para qualquer esclarecimento adicional... nem que seja apenas para não fazer parte desse site de falhanços.

8 comentários:

ecila disse...

Sorriso bonito e profundos olhos negros? Lolol, para quê ser modesto nao é? ;-)

Quase nos 50 disse...

Conheço o referido site e se existem relatos patéticos, outros não o são.
E se existem pessoas (homens e mulheres) que agiram correctamente no fim dum relacionamento, meu caro pode acreditar que os sacanas
realmente EXISTEM.
Por isso não vamos generalizar e dizer que somos todos uns anjinhos.
Se no seu caso até admite que fez sofrer algumas mulheres há quem não o reconheça e esses merecem ter o seu nome num obituário.
Desculpe lá a franqueza.
;-)

volteface.book disse...

Ecila, para quê ser um falso modesto? :)
E não referi o que dizem ser o meu factor plus que é apenas e simplesmente ser charmoso. E isso ou se tem ou se tem :)

volteface.book disse...

Quase os 50, eu sabia que tinha dado o flanco quando escrevi este post e logicamente espero que quem venha cá seja sincero, assim como o sou quando escrevo.
Logicamente que há sacanas e fdps, alguns que até merecem estar dentro de um pequenito quarto com grades como janela. Mas isso aplica-se a ambos os sexos. Aliás, o problema é mesmo esse, o sexo.

Quase nos 50 disse...

Ou a falta dele......;-)

volteface.book disse...

ah pois! :)

maria teresa disse...

Há pessoas mesmo MUITO SACANAS!
Não conheço o referido site, mas lidei profissionalmente, com pessoas que sofreram horrores às "mãos" desse tipo de gentinha.
Mas atenção, estes "sacanas" tanto são do sexo feminino como masculino.

volteface.book disse...

Isso é uma grande verdade.