quarta-feira, 16 de setembro de 2009

noventa

Como já escrevi lá para baixo, estou e tenho tentado acabar com o que se alcunha de lixo da e na minha vida. Entenda-se esse lixo pela tralha que ocupa os aposentos, 90% dela que só serve para acumular pó ou ser rearrumada uma vez por ano aquando a limpeza geral.
Continuo com essa vontade e necessidade mas sofro de um complexo bipolar: às vezes tenho vontade de me desfazer de quase tudo, outras de quase nada.
Escrevo sobre isto porque a minha idade tende teimosamente a seguir em frente e porque tenho medo que a minha cabeça, num futuro, não seja capaz de se lembrar das memórias que os pertences evocam apenas pelo olhar. Imaginem a desgraça que é finalmente decidir limpar a nossa vida de tudo o que acumulámos para depois não nos lembrarmos de nada e precisarmos desse apoio material para pelo menos nos reconfortarmos.
É que tenho mesmo medo.

10 comentários:

Quase nos 50 disse...

As recordações são boas? Guarda-se o espólio.
O restante se for para o lixo estava a mais!
Mas ainda assim antes de deitar fora recicle, meu amigo, recicle.
Quem sabe o dia de amanhã........
;-)

maria teresa disse...

Este seu "noventa" fez-me sorrir.
Acontece-me a mesma coisa, não deito praticamente nada fora, nada que me faça lembrar "pedaços" da minha vida entenda-se. Chego a afirmar que de tão cheia a minha casa, um dia, não me vai deixar "entrar".
Na verdade há espólios que voltando à luz do dia servem de mote para uma boa história em família.

Gi disse...

O que eu deitava para o lixo mesmo é a quantidade de paéis que o fisco me faz juntar durante 5 a 10 anos.

volteface.book disse...

Quase nos 50, tem toda a razão.

volteface.book disse...

Maria Teresa, imagine nós dois juntos num T3...

volteface.book disse...

Mas Gi, guardas esses papéis?

maria teresa disse...

Vivíamos pendurados nas janelas...
LOL

volteface.book disse...

Maria, o pior eram os nojentos pombos que gostariam de nos fazer companhia.

maria teresa disse...

E as graves doenças que nos podiam pegar... o melhor é nem pensar nessa hipótese Lol

volteface.book disse...

E ainda há quem os alimente...